Online ou offline: qual é o perfil do consumidor brasileiro?

Online ou offline? Qual é o perfil do consumidor brasileiro? Aposto que essas duas perguntas já passaram pela sua cabeça. E elas são muito válidas e pertinentes, ainda mais quando levamos em conta o crescimento do comércio digital no país. Aliás, é importante destacar que nós somos um dos líderes em venda online na América Latina. Mas esse crescimento também influencia nas compras físicas.

Assim sendo, fica aquela dúvida: online e offline podem andar juntos? É isso que vamos contar nesse artigo.

Vem com a gente e boa leitura.

Compras online ou offline

Datas sazonais e comemorativas como o Dia das Mães, a Black Friday e o Natal são ótimos termômetros para o varejo brasileiro. Elas conseguem rastrear desde o valor que se espera gastar em cada compra até em como estas transações serão feitas. O resultado dessas análises é a percepção da mudança no perfil do consumidor brasileiro. Hoje as compras online estão crescendo vertiginosamente e mais da metade das pessoas já fazem suas aquisições de forma digital. Mas e as compras físicas? Elas estão perdendo lugar?

Não, não estão. Pelo contrário. Na verdade, está ocorrendo uma modificação bastante interessante e cheia de oportunidades: a junção do online e do offline, criando uma multicanalidade.

Mas o que é isso e como acontece?

Multicanalidade, omnichannel e O2O

Como falamos no início deste artigo, o Brasil é um dos campões de vendas online e o segmento não para de crescer. Porém, mesmo neste panorama, as transações offline nas lojas físicas também estão subindo.

Para entender essa situação precisamos primeiro compreender o que é multicanalidade, omnichannel e O2O.

Multicanalidade e omnichannel

Quando falamos em multicanalidade também estamos falando de omnichannel. Isso porque, apesar de nomes distintos – omni quer dizer “um”, “único” e channel é “canal” -, as duas estratégias caminham juntas. Como assim?

Bom, chamamos de multicanalidade quando fazemos, por exemplo, uma compra online, porém o produto é retirado na loja física. Já o omnichannel é uma estratégia que faz o uso interligado e simultâneo de diferentes canais para diminuir a distância entre online e offline.

Dessa maneira, a experiência do cliente fica ainda mais completa e aprimorada. O bacana dessa metodologia é a convergência entre os dois ambientes. É aí que entra o O2O.

Online-to-offline (O2O)

Se antigamente o consumidor usava a internet para comprar ou conhecer lojas virtuais, agora as coisas estão mudando. O O2O tem por objetivo mesclar duas realidades: o online e offline. A ideia é trazer o consumidor do ambiente digital para as lojas físicas e vice-e-versa.

Como fazer isso acontecer? Com bom planejamento para ambos os canais, ou seja, utilizando as estratégias de omnichannel para unificar canais e métodos.

Resumidamente uma campanha focada em O2O integra plataformas utilizando o omnichannel e, com a ajuda da multicanalidade, engaja e fideliza o público. Desse jeito uma loja passa a ser referência tanto no online quanto no offline.

A interação é feita na loja física e também nos aplicativos, sites e redes sociais.

Mas como isso tem afetado o consumidor brasileiro?

O consumidor brasileiro não realiza apenas compras no ambiente digital. Ele também pesquisa, conhece e compara valores e vantagens. Muitas vezes, como resultado, vai até a loja física para ver o produto, adquiri-lo ou até mesmo negociar preço.

Além disso, o consumidor brasileiro também está optando por compras online, mas com retiradas nas lojas. Desse jeito, é possível economizar com o frete já que a entrega na loja costuma ser gratuita.

O resultado disso tudo? A integração dos canais e o fim do dilema online ou offline!

Quer fazer todas essas estratégias funcionarem no seu negócio? Entre em contato com a gente. Vamos trocar uma ideia e pensar na melhor maneira de fazer a sua empresa decolar.