iPhone 5S e o iPhone 5C – O que muda pra gente?

Mesmo sem Steve Jobs, famoso pelas apresentações que fazia a respeito dos produtos de uma de suas mais notáveis empresa, a Apple,  o buzz ao redor das apresentações oficiais da Apple continuam e esta semana não foi diferente. Com direito até a provocações por parte da Nokia, o lançamento do novo IPhone 5C e 5S confirmou muito das especulações que já se faziam a respeito dos dois produtos.

Tudo bem, mas o que muda para gente, usuário, mais esse lançamento?

A Apple chega este ano com uma nova estratégia de negócios, buscando a penetração em mercados emergentes como a China, onde como já falamos é dominado pelo Android, por isso, o lançamento – histórico- de dois aparelhos simultaneamente.

iphone-5cO IPhone 5C confirma totalmente este boato, já que é um modelo de baixo custo, onde o case foi substituído por plástico com o objetivo principal de barateá-lo. As versões são coloridas, encontradas em azul, branco, amarelo, vermelho e verde, o que gerou brincadeiras e comparações pela internet a fora. O 5C a não ser pelas cores, não possui muitas novidades, seguindo mais ou menos o mesmo padrão do já lançado IPhone 5, mas o preço já agrada aquele usuário que sempre quis viver a “experiência” Apple. Segundo fontes, o valor inicial do aparelho de 16GB é de $99 e o de 32GB sai por $199, isso tudo com um contrato de 2 anos com a operadora de telefonia. Em versões desbloqueadas, o iPhone 5C não será encontrado por menos de 549 dólares.

A empresa foi bastante criticada por sua clientela já fiel devido ao lançamento do 5C. A preocupação destes é justamente com o tipo de experiência que a Apple quer gerar ao tentar abranger seu mercado a uma classe de clientes de renda um pouco mais baixa. Tal experiência é de imensa importância e comprovada pelo fato de a empresa não criar consumidores, e sim seguidores, os quais esperam horas na fila de uma Apple Store para serem os primeiros a adquirir o telefone, mesmo sabendo que, poderão comprar um pelo mesmo valor e com mais tranqüilidade na semana seguinte. Como já dizia Simon Sinek, essas pessoas passam horas na fila “para satisfazer a si mesmas, porque lhes faz bem e se sentem especiais por isso”.

 

iphone5sEnfim, vamos ao outro aparelho apresentado, com maiores inovações e que agora é o carro chefe da empresa: O IPhone 5S. Este sim, feito para atender o usuário já “applemaníaco” confirma o primeiro dos rumores espalhados a seu respeito: Sim, terão versões douradas, prateadas e em cinza espacial! E as inovações não param por aí! A primeira delas diz respeito a como será feito o desbloqueio do aparelho pelo usuário, antes necessário usar senhas – como qualquer outro aparelho comum, essa nova versão vem com um sensor de biometria, ou seja, para liberar o telefone basta posicionar o dedo no botão home, independente da posição de seu dedo, o sensor irá permitir o reconhecimento sem problemas. Isso também foi levado a loja de aplicativos da Apple, então, quando quiser baixar um app pelo 5S, também é possível usar da biometria.

Outra novidade, diz respeito a bateria. Acredito, uma das maiores reclamações dos usuários dizia respeito da sua durabilidade, nessa nova versão, ela promete durar pelo menos 10 horas direto e cerca de 200 horas em standby. Quem odiava ter que carregar o IPhone pelo menos duas vezes ao dia, já pode comemorar!

As outras inovações, não menos importantes, dizem respeito aos chips A7, que irão permitir um processamento mais rápido e a câmera, que além de uma melhor resolução – diga-se de passagem, anteriormente já boas, também terão flash duplo, melhorando ainda mais as cores nas fotografias.

As vendas iniciam no mercado americano a partir de $199 com os contratos de 2 anos e as desbloqueadas iniciam em $649, ainda neste mês e a previsão é que chegue no Brasil no final do ano.

O lançamento desses dois produtos, principalmente do IPhone 5C, comprovam ainda mais o crescimento do mercado mobile. Imaginem, se a Apple, a qual foi própria criadora deste mercado está procurando se adaptar e conseguir mais “seguidores”, é porque com certeza, viram o seu crescimento e estão tentando se adequar ainda mais nesse ambiente.

Logo, mais usuários poderão desfrutar do sistema  iOS e os aplicativos mobile atingirão mais e mais pessoas, sem dúvida nenhuma. Caberá a nós, desenvolvedores, empresas, usuários também aproveitar essa oportunidade, ela só tende a engrandecer e complementar o “marketing de experiência” tão buscando em qualquer campo que se trabalhe hoje.

 

Equipe Appta