Apps nacionais em smartphones

Apps Nacionais 2A partir de outubro, de acordo com o Ministério das Comunicações, os smartphones deverão como uma obrigatoriedade, oferecer aos usuários apps nacionais. Em troca, tais empresas receberão isenção fiscal para que alguns desses modelos de telefones celulares sejam produzidos no Brasil.

De acordo com o secretário de Telecomunicações Maximiliano Martinhão, esse processo será gradual, mas é esperado que em dois anos existam no mínimo 50 apps disponíveis. Muitos destes, de acordo com o secretário serão de prefeituras e governos, mas também poderão ser até mesmo de jogo, desde que comprovadamente criados aqui no Brasil.

Algumas métricas serão utilizadas para garantir que o aplicativo foi desenvolvido no Brasil, como, por exemplo, o registro no Instituto Nacional de Propriedade Industrial e ser comprovado através de um laudo técnico que ele foi fruto de um investimento nacional em pesquisa ou então desenvolvimento de uma empresa.

A forma como esses apps serão disponibilizados aos usuários ficará a cargo da empresa fabricante do celular, podendo estar diretamente no sistema operacional ou então disponibilizado em alguma loja de aplicativos.

De acordo ainda com Martinhão, o objetivo da medida não é criar uma burocracia dentro da indústria de desenvolvimento de apps e sim fomentá-la ainda mais dentro do Brasil.

 

 

Equipe Appta